Redes Socias    |

 
(ver mais...)
  • RESPIRAR
  • Quero que seja leve

    (ver mais...)

  • MORRO
  • MORRO

    (Christyene Faleiros?)

    Desespero-me

    Tentando encontrar respostas(ver mais...)

  • LIMPEZA
  • LIMPEZA
    (Christyene Faleiros)
    
    
    E quando percebi
    As traças já não existiam
    A poeira estava ausente 
    O chão tão alvo
    A louça seca
    Cheiro de desinfetante
    O lixo do lado de for... (ver mais...)
  • MENSAGEIRO DO VENTO
  • Quando ouço o mensageiro do vento

    Estou em casa

    E sinto que o seu tilintar

    É a trilha sonora da minha vida

    Que o vento sempre vá 

    E volte

    Porque estou n... (ver mais...)

  • REFLEXO
  • REFLEXO Christyene Faleiros Quando acontece Assim de repente Quase sem querer Paralisa Adormece E encanta Ainda não sei explicar Mas sinto intensamente Cada segundo O beijo e o abraço Tão longo Cobr... (ver mais...)
  • BOCAS ALHEIAS
  • Não soube o que dizer
    Momento de imprecisão e descontrole
    Abalo
    Não precisávamos passar por isso
    Caso a vida não fosse cheia de predadores
    ... (ver mais...)
  • SOBRE CICLOS
  • De repente vejo que o futuro se descortina na imensidão áspera das horas amargas pelas quais passei. O medo se esvai e a vontade de viver é estonteante. Cambaleio, mas não caio porque a... (ver mais...)
  • ÁTIMO
  • Procuro.

    Teimo em discordar que o desfalecimento seja aptidão do acaso. Será mesmo que o nada, esse abstrato inconsequente, desnuda a alma?... (ver mais...)

  • DAS PÉTALAS ARRANCADAS
  • Em um segundo havia algo no ar. Não era quente nem frio, mas um mormaço estonteante que a rusga de antes não permitia supor. Era vazio. Tao árido quanto a terra seca e o ventre infecundo.... (ver mais...)
  • PERECE O TEMPO SÃO
  • Não soube do silêncio

    Os gritos eram profanos

    E a seda macia sufocava

    A alma Sussu... (ver mais...)

  • ELEMENTAR
  • Enquanto me desfaço das amarras que me prendem à mesmice que se fez na escura certeza da voz e da agrura, refaço as ignomínias e limpo as vergonhosas sarças que se espalharam d&eac... (ver mais...)
  • SOBRE O DESAPEGO
  • A visão periférica enlutada em dias de dormência tresloucada e insensíveis átimos de desamor, num calabouço de torpezas terrenas estúpidas e insanas. Cada mente, mergulhada em sua própria i... (ver mais...)

PUBLICIDADE

©2014. MONTE CARMELO NEWS. Todos os direitos reservados.